Uma casa chamada quarentena

Quarentena

Hoje caro leitor vamos falar sobre a nossa realidade atual, pois estamos presos, vítimas de um vírus mortal, que passa com o tocar, ou melhor com o se aproximar, você não sabe quem tem, então é melhor se guardar , se prender, para se proteger para não te matar.

O mundo está doente, os mercados começaram a ficar vazios, os abrações e beijos são proibidos. Ele vem abalar não só um país, e sim uma humanidade inteira atacando o mais forte para transferir ao mais fraco. Seu nome é COVID-19, um vírus que ataca mais que arma de fogo.

Vamos imaginar que a Quarentena seja uma casa:

a casa - post quarentena - um labirinto

Dentro dela tem alguns moradores que eu vou apresentar a vocês, calma caro leitor o objetivo desse texto é te mostrar que no final todos moramos dentro dessa casa. Agora vamos as apresentações?


NOME:  ANSIEDADE

desenho ansiedade - post quarentena um labirinto
A Ansiedade

Me chamo Ansiedade, fico me perguntando o quanto eu posso afetar a vida de alguém, eu sou o excesso de futuro, faço seu corpo tremer, seu coração acelerar e por muitas vezes sou competitivo e gosto de ganhar.

Quando você menos espera eu costumo falar em sua mente te colocando medo do que pode acontecer daqui pra frente, estou ganhando muitos seguidores em minhas redes, tem pessoas que comentam que já perderam o controle, eu moro na casa a muitos anos, porém só agora na quarentena que consegui mais seguidores.

Para se livrar de mim é necessário auto controle, porém acho bem difícil eu perder seguidores, pois na maioria das vezes eu consigo superar, umas ficam sem a respiração, vem a irritação, inquietação fazendo suas pernas tremerem, tudo dentro de você fica em excesso dentro do seu corpo, como um liquidificador batendo  em suas veias . Me vencer não vai ser fácil, eu te desafio, será que você consegue?

NOME: SAUDADE

Saudade - desenho post um labirinto quarentena
A Saudade

Me chamo saudade , gosto muito do meu nome, quando estão longe de algo que não tem por perto, sou eu que te dou aquele abraço e fico mais intenso a cada dia que passa, nessa quarentena ganhei bastantes seguidores, as vezes quando tinha festas de aniversário me matavam ao abraçar alguém , já ouviu a expressão “matar a saudade”, acho isso muito cruel, porque é tão gostoso me sentir, as vezes te faço sentir dor no coração, eu sei que parece ser maldade, mas se pensarmos bem, te faço valorizar o que poderia ter feito antes, que por muitas vezes você esquecia , de abraçar, visitar, se juntar, tocar e até mesmo beijar, agora não pode mais, são coisas proibidas.  Então você pega aquela foto antiga, relembra os momentos, faz uma ligação e admira alguém do outro lado da tela.

Para se livrar de mim é necessário tudo isso acabar, para conseguir me matar e poder estar perto de quem realmente faz falta nesse momento tão difícil. Me vencer não vai ser fácil, eu te desafio, será que consegue?

NOME: MEDO

o medo quarentena - desenho um labirinto
O Medo

Só de ouvir meu nome começam a tremer, me chamo medo muito prazer, eu sou um desconhecido, sou algo que mora no sentido, aquele que te trava, sou a insegurança e me encaixo em qualquer lugar, apareço em pesadelos, em situações, ações e milhares de outros lugares, para cada pessoa apareço de alguma forma, mas sempre com o mesmo nome.

Nessa quarentena o medo do amanhã está sendo muito grande, vocês estão chamando o meu nome, pois não sabem o que vai acontecer, isso é normal eu acho que costumo trazer essas sensações como a minha amiga ansiedade, confesso que a única que não gosto muito é a saudade ela é sempre vista com bons olhos.

Mas sendo sincero se livrar de mim não vai ser fácil, eu te desafio a não deixar eu te travar novamente, será que consegue?

NOME: CULPA

Desenho a culpa - um labirinto quarentena
A culpa

É errado chorar em noites frias onde sua alma precisa de um abraço pra ficar de certa forma quentinha. Ninguém entende essa minha dor e nem eu sei direito como ela venho morar dentro de mim. Eu só sei que existe, sou a culpa, sou perturbadora

Consigo ouvir as suas vozes quando tocam em alguma ferida da minha alma

É tão difícil se permitir sentir, sentir o sangue passando pelas minhas veias até chegar no coração. Esse coração traiçoeiro que me aborrece, o medo correndo cada pensamento. Eu sinceramente não me entendo. O destruidor de almas chegou, sou eu, ninguém consegue ser feliz ao meu lado, porque eu sou o tipo de pessoas que quebra corações pensando que tá fazendo a coisa certa mas sempre acabo ferindo.

Talvez o jeito seja fugir, correr e não parar mais até encontrar um lugar isolado e seguro para sair, assim ninguém iria saber de mim. Sou culpado por isso me chamo culpa.

Eu te desafio você a parar de se culpar, será que consegue?

Dentro da casa moram outros sentimentos que vocês irão conhecer ao longo do tempo……

Um Labirinto

Comentário:

Eu juro que nunca imaginei que um dia isso tudo iria acontecer, o vazio das ruas , o medo ao abraçar , as proibição para ninguém se contaminar , tudo tão de repente, mudou e nós como seres humanos nunca estamos preparados para mudança, porque nunca sabemos o que vem depois , o que realmente vai mudar, mil pensamentos surge e agora que direção tomar?

É uma questão que não depende só do nosso alcance, depende de um todo, de isolamento mas se isolar do mundo gera todos esses sentimentos, porque ninguém gosta de ficar sozinho, mas agora é por proteção, o que antes era livre, gratuito , agora não é permitido e sim contagioso , não podemos arriscar a nossa própria vida o jeito é se esconder dentro das nossas casas.

Não vamos ser egoístas ao ponto de achar isso uma grande bobagem, milhares de famílias estão perdendo pessoas próximas, nossos irmãos, como seres humanos agora é hora de se juntar e melhor é hora de se cuidar, não deixar que essa casa vire uma bagunça, não deixe o medo te travar, nem a ansiedade te acelerar, muito menos a culpa te contaminar, pois vamos vencer e logo logo a saudade matar .

Calma caro leitor ainda não acabou, no canto dessa casa mora o Amor, que não posso deixar de apresentar a todos vocês:

Um Labirinto

NOME: AMOR

O amor - desenho post quarentena, um labirinto
O amor

Olá me chamo amor , desculpe sou meio tímido , por isso eu queria ser o ultimo a me apresentar, eu moro dentro do seu coração, construo laços , reconstruo e te faço transbordar, as pessoas gostam de me sentir, mas por muitas vezes esquecem de mim, mas estão conseguindo me encontrar, eu fico bem no ultimo quarto da casa, mas quem me encontra gosta de ficar porque eu sou bem quentinho, minha única amiga da casa é a Saudade, ela sempre deixa eu a abraçar.

Como sou muito tímido não sei o que falar, mas eu te desafio a você me encontrar, começando agora, será que consegue?

Texto autoral – Quarentena

Acesse nosso blog.

Deixe uma resposta

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.